Deixando um pouco de lado o que possa acontecer nesses próximos dois finais de semana, nosso Furacão precisa começar a pensar no resto do seu ano. Teremos ainda duas grandes competições, com grandes responsabilidades por vir. Depois de uma campanha fantástica no Brasileirão do ano passado, chegando com chances de titulo a quatro rodadas do fim, o Figueirense vai ter que encarar esse ano a pressão por bons resultados. Por mais que o torcedor entenda em partes a dificuldade de orçamento do clube em relação a grande maioria dos outros clubes da Série A, a memória do ano passado vai ocasionar uma cobrança maior em relação ao nosso time. Já a Sul-Americana é a nossa grande chance de termos um ano fantástico. É uma competição que levada a serio, pode resultar numa conquista incrível para o clube. Claro que tudo isso depende de um plantel qualificado, então nesse post farei um levantamento posição por posição do time, ressaltando os pontos fracos que para mim existem, bem como o que pode melhorar. Bom, vamos lá:

Goleiros: Wilson titular absoluto e ainda temos dois bons reservas. Sem problemas para o resto do ano.

Laterais: pelo lado direito, Pablo acabou se tornando titular, fazendo partidas regulares, mas sem muito brilho. Ainda tem problemas sérios no apoio, não conseguindo chegar a linha de fundo para um cruzamento, o que é fundamental para um lateral. Leo não agradou e Saldivar não conseguiu impressionar nos treinos. Na esquerda, Helder era o titular no inicio do ano, mas as fracas atuações fizeram com que Guilherme assumisse a posição. Esse ultimo tem um poder ofensivo muito forte, porem falha as vezes na marcação. Acho que precisamos de um lateral esquerdo e um direito para o resto do ano.

Zagueiros: Canuto é o nosso xerife, titular absoluto. Fred e João Paulo tiveram chances, mas não apresentaram um bom futebol. Sandro acabou conseguindo a segunda vaga, embora suas atuações ainda não impressionem para disputar uma série A. Traria dois zagueiros e dispensaria João Paulo e Fred.

Volantes: Igor e Túlio são titulares absolutos, ambos em um bom ano. Claro que a idade de Túlio pode pesar ao longo do ano. Doriva jogou bem como volante nos últimos jogos e ainda atua mais a frente se necessário. Toró ainda não disse para que veio. Jackson e Coutinho tiveram chances, mas não apresentaram nenhuma evolução ao ano passado. São apenas opções básicas. Pitonni não jogou esse ano e provavelmente deve sair. Traria pelo menos mais um volante.

Meias: temos Botti, Luiz Fernando, Fernandes e Roni. Temos quatro jogadores capazes de fazer a função do camisa 10 chegando mais a frente, mas não temos ainda o meia que faça a transição da defesa para o ataque, estilo Maicon. Ou se contrata um meia para suprir essa falta ou o nosso treinador vai ter que achar um esquema de jogo que independa desse atleta. Contrataria entao mais um meia.

Atacantes: apesar de termos dois atacantes de qualidade, Julio e Aloísio, não temos banco a altura. Niell não empolgou ainda e Héber tem uma longa recuperação pela frente. Claro que temos a possibilidade de Roni e Fernandes jogarem mais a frente, mas seria ideal contratarmos mais dois atacantes, um mais de área e outro mais rápido.

No nosso plantel ainda temos atletas da base como Gutti, Deretti, Pokter e Lazaronni, mas ainda não vejo nesses condições para brigarem por uma vaga entre os titulares. Enfim, temos um plantel qualificado, com jogadores que prometem para esse ano. Mas com um pouco mais de investimento, podemos fazer desse ano o nosso melhor da historia. Quem sabe um título internacional para deixar nossa nação em êxtase. Abraços!

Anúncios