Em um jogo difícil em São Paulo, o Figueirense lutou bravamente e conseguiu arrancar um empate do atual campeão brasileiro. Assim continuamos invictos nesse inicio de campeonato. O time entrou em campo conforme o previsto, com Jackson saindo para o combate junto de Túlio, deixando Igor mais atrás atuando para dar uma maior proteção a zaga. De certa forma ficamos com um meio mais rápido no combate, mas ao conseguir recuperar a bola, faltava alguém capaz de ligar a jogada com o trio mais ofensivo.

O jogo em si se mostrou tenso desde o primeiro momento. Com o time completo, o Corinthians tentou desde o inicio pressionar a saída de bola do Figueira, ocasionando diversos erros do nosso setor defensivo. As vezes por demais tranquilos, a nossa zaga ficava enrolando antes de tocar a bola, acabando por sempre chutarem prensados com algum jogador adversário. Ainda no primeiro tempo, dois lances acabariam por se tornar decisivos para o resto do jogo. No primeiro, Anderson Conceição acertou um carrinho no jogador Corintiano, lance imediatamente advertido com o cartão amarelo pelo juiz, mas que momentos antes nada fez em um lance igual protagonizado por Danilo. Arbitragem caseira, como a maioria nesse campeonato. O segundo lance foi a falha de marcação de Guilherme Santos no gol do adversário. Até agora revendo o lance, não consigo entender o posicionamento dele, colocado em frente a área e totalmente passivo em relação ao lance. Alessandro teve um longo espaço para avançar e efetuar o cruzamento.

No segundo tempo, o time era o mesmo, mas a atitude estava diferente. A pedido do Argel, o time passou a segurar mais a bola no ataque, o que já de imediato resultou em uma melhora. Mas em um contra-ataque, Emerson ganhou na velocidade de Anderson Conceição que acabou em outro carrinho fazendo uma falta, sendo acertadamente expulso. A partir daí o jogo voltou a ser dramático. Com um a menos, o Figueira tentou ao máximo se defender do ímpeto do adversário. E fomos premiados com mais um gol de Caio no campeonato, que apesar de fazer uma partida discreta, aproveitou a chance que teve e fez o gol do empate. Até o final do jogo foi uma pressão do Corinthians, mas sem grandes sustos e assim conseguimos mais um ponto nesse inicio. Importantíssimo, pois será tarefa árdua para qualquer time tirar pontos do time principal do Corinthians em São Paulo.

 

Curtas

– Apesar de ter sido seu primeiro jogo, Anderson Conceição não deixou boas impressões. Falhou em alguns lances e acabou dando dois carrinhos que resultaram em cartões. Zagueiro não pode falhar ao dar o bote daquele jeito. Esperamos que melhore nos próximos jogos, pois se não, necessitaremos de mais um zagueiro.

– Já estamos em Junho e até agora ninguém na nossa DIRETORIA parece ter visto que Pablo não tem a mínima condição de ser nosso lateral. Mais um jogo errou aos montes, falhando em praticamente tudo. Errou na marcação, errou passes, errou cruzamentos. Difícil arranjar algo que possa ser elogiado nele.

– Guilherme precisa melhorar muito sua parte defensiva. Ofensivamente é um bom lateral, mas comete pequenos erros que pode nos prejudicar muito na parte defensiva.

– Elogiável a performance de Julio Cesar. Nosso Imperador correu muito, ajudando na marcação e chamando a responsabilidade no jogo. Foi animador ver seu desempenho hoje. É esperar que continue na crescente.

Abraços!!

Anúncios