Já sentimos e esperamos muitos efeitos da maior contratação, pelo menos em termos financeiros, da História do Futebol Catarinense. Loco Abreu traz experiência e, principalmente, um espírito que tem faltado nos momentos decisivos ao Figueirense: com muita raça, aplicação e vontade. Não que isto esteja de todo ausente, acho que o Tulio é no elenco atual quem mais se aproxime desse ideal. Além disso, esperasse um efeito comercial: venda de ingressos, produtos do clube e, sobretudo, maior exposição da marca Figueirense com a consequente valorização do clube.
Por outro lado, parece inevitável que o grande e justificado destaque dado a contratação acabe por encobrir os conhecidos problemas alvinegros. Para a próxima partida por exemplo, Argel não tem nenhum primeiro volante disponível, na lateral direita só resta apostar no Saldivar. Um sujeito que foi preterido por Branco e Argel pelo Coutinho improvissado.Mas enfim, o momento alvinegro é mesmo de comemorar a chegada do uruguaio, só que isso durará mais se os outros problemas forem resolvidos.
Talvez o efeito mais delicioso da contratação é o mimimi Bvaiano. Loco se transformou em um cortina de fumaça para eles. É um tal de buscar estatísticas, fazer ralações malucas, resmungar da cobertura dada pela mídia, os torcedores do outro time só falam dele, tentam desprestigiar por puro despeito. Enquanto isso, os problemas deles seguem, ainda mais sérios que os nossos. Que isso continue…

Anúncios